Olá gentchi boa :)
Bom, eu relutei em escrever sobre este assunto pois eu teria que falar sobre mim, sobre minha montanha russa emocional. Apesar de ser uma pessoa que se mostra sempre alegre, fazendo todos sorrirem, eu tenho meus monstrinhos internos que PUTA MERDA, é um saco esta luta diária e tem vezes, nem uma, nem duas, nem três, mas vários momentos num único mês que a depressão e ansiedade tomam conta de mim como se eu estivesse possuída por um espírito suicida, totalmente sem controle com pensamentos obscuros.

14183916_1031746590226999_6975936730249666971_n setembro amarelo Precisamos conversar. Setembro Amarelo. #Desabafo! 14183916 1031746590226999 6975936730249666971 n

Pois bem.
Sempre fui uma pessoa nada social, na infância eu brincava na rua com os amiguinhos? Sim, brincava. Mas nada era mais confortante do que ficar dentro de casa me divertindo sozinha com meus legos, barbies e sacolas plásticas fingindo ser uma vendedora de roupas. Retirava todas as roupas da minha mãe do guarda-roupas, ensacava nas sacolinhas da feira de domingo e estava lá eu, falando com minha boneca de uns 50 a 60cm na qual eu chamava de Katherine :) vendendo as roupas! Eu tinha entre 5 e 13 anos.

Não, eu não tinha amigos imaginários!!!
Ufa, menos uma patologia psiquiátrica né nom hahaha.

Na adolescência, entre 14 e 17 anos, meu passatempo era ficar trancada no quarto desenhando. Eu era uma ótima desenhista, pena que joguei tudo fora. Meu irmão me ensinava a colorir com lápis em diversas tonalidades e na escola tinha aprendido a desenhar com perspectiva, então eu gastava dinheiro com vários tipos de lápis, papéis e revistas de Gamers, onde eu reproduzia personagens do X-men entre outros de animes e desenhos animados.

Também escrevia poemas…
…poemas estes muitas vezes retratando minhas tristezas, desilusões, pensamentos suicidas. Aí iniciava minha fase mais escura possível. Me tornei gótica melancólica. Literalmente.

14089139_994777787299086_8020066934590285911_n setembro amarelo Precisamos conversar. Setembro Amarelo. #Desabafo! 14089139 994777787299086 8020066934590285911 n

Enfim.
Meu pai faleceu em 2004.
Minha mãe em 2009.

Com a morte da minha mãe aí que FODEU LEGAL.
Nunca mais fui a mesma. Sério.
Sentimentos de culpa e lamentações que se eternizaram em meus pensamentos, devaneios confusos.

Depressão chegou e ficou.
Deste então venho passando por esta imensa montanha russa emocional.
Estou bem, estou mal.
Estou na luz, estou nas trevas.
Estou feliz, estou terrivelmente tristonha.

Esta oscilação de humor é constante. Não tem um mês no ano que eu esteja 100% estável.
É uma guerra que travo todos os santos dias. Controle mental é tão grande que tem dias que viver é chato, não tem sentido e fica insuportável tamanha sofrimento que carrego dentro de mim.

Suicídio.
Entrar em detalhes se já tentei? Melhor não.
Mas teve um momento que meu marido viu o peso que carrego na alma. Um momento onde estou na cozinha olhando pra faca de forma hipnotizante, com os braços esticados, ouvindo uma vozinha na minha mente: “Vai que não doí, só cortar e morrer de fraqueza com o sangue jorrando das veias.” Loucura minha? Talvez. Mas que este monstrinho sabe onde me apertar, me atacar, onde o calo doí, ahhhhh, sabe muito bem que eu me assusto e muito.

Clique sobre a imagem para aumentar :)
prevencao-suicidio-cartilha setembro amarelo Precisamos conversar. Setembro Amarelo. #Desabafo! prevencao suicidio cartilha

Dias atuais.
Um passo de cada vez. Um dia por vez.
Meu marido me ajuda muito, com toda a paciência que eu preciso.
Eu sou mais controlada. Minhas explosões emocionais estão mais contidas, porém eu sou um pavil, qualquer motivo que me chateia, seja este motivo pequeno, médio ou grande, eu explodo a dinamite emocional e pronto, lá vou eu mergulhando profundamente no oceano depressivo de mágoas, frustrações e suicida!!!

Procuro a me controlar, marido procura a me fazer feliz.
Mas uma muralha se formou diante de mim e sei que, somente eu para derrubá-lo.
Fiquei na defensiva. Fiquei em estado de alerta para a vida.

Mas eu sou bastante resiliente.
Tenho uma força dentro de mim que não sei de onde vem e como ainda existe.

Por isso gentchi boa, vamos ajudar quem precisa. Ajudem quem estiver ao seu alcance quando apresentarem os principais sintomas da depressão, do desespero diante os problemas da vida, das frustrações. Se esforcem ao máximo, pois o que se passa na cabecinha de quem é doente é tudo muito vago, vazio.

Vocês podem pensar que suas palavras de amor, luz e paz não serão o bastante para ajudar o deprimido, mas lutem, ajudem de todas as maneiras possíveis as pessoas, que assim como eu, vivem nesta batalha árdua diária. Suas palavras não serão em vão, de uma forma ou outra suas atitudes vão amenizar e muito as cofunções na mente dos depressivos e ansiosos.

setembr-amarelo setembro amarelo Precisamos conversar. Setembro Amarelo. #Desabafo! setembr amarelo

Sempre haverá uma luz no fim do túnel.
E você pode ser esta luz :)
Apenas em ouvir a pessoa que sofre deste mal, desta doença da alma, pode ser um calmante, um alívio para ela. Um abraço, um beijo, um olhar de carinho.

Ajude-nos a brilhar.
Ajude-nos a libertar das algemas da tristeza e dos pensamentos suicidas.
Ajude-nos, pois não é brincadeira, não é mimimi, não é preguiça, não é falta de Deus no coração, não é falta de amor pela vida. Muitas vezes é vontade de acabar com as dores, e não com a vida.
Ajude-nos. Seja uma das estrelas em nosso céu e ensina-nos novamente a beleza de viver.

Viver sempre será a melhor opção!!!
Gratidão :)

setembro-amarelo-busca-prevencao-suicidio setembro amarelo Precisamos conversar. Setembro Amarelo. #Desabafo! Setembro Amarelo busca prevencao suicidio